5 razões para praticar pranayamas

Respirar é tão importante quanto asanas e meditação

5 razoes para praticar pranayamas
Foto: Yoga Journal

Todos nós sabemos que respirar é uma parte importante de qualquer prática de Yoga, e a maioria dos estilos incorpora a respiração de uma maneira ou de outra. Mas por mais significante que respirar seja, muitos praticantes não dão ênfase a pranayama com uma prática separada; eu não fiz isso por muito tempo. Alguns ciclos de kapalabhati (respiração do crânio brilhante) ou nadi shodhana (respiração alternada) de vez em quando no começou ou no fim da aula (e, claro, ujjayi enquanto me movimentava nos asanas) era tudo que eu fazia. Não é necessariamente uma coisa ruim. Na tradição Iyengar, a prática é introduzida devagar.

Foi recentemente que comecei a experimentar o quanto o pranayama pode curar, especialmente quando não tenho tempo para uma prática inteira. Na verdade, descobri muitos benefícios que me fizeram perguntar porque não fazia isso antes!

Aqui algumas razões para continuar praticando, mesmo se só por alguns minutos de cada vez:

1 É tão importante para a prática quanto asanas ou meditação. Nós geralmente damos tanta atenção para as posturas físicas, que é fácil esquecer que são apenas uma fatia dos Oito Membros da prática. É bom lembrar que quando a vida parece sobrecarregada ou desequilibrada há outras ferramentas fantásticas à nossa disposição. Pranayama é uma ferramenta muito útil pouco utilizada.

Leia também:
Yoga é voltar para casa
Yoga em tempos de crise

2 Rapidamente equilibra a energia e estabiliza humores. Uma sessão de pranayama é geralmente a melhor escolha quando se precisa de um resultado quase imediato. Tanto para acalmar o sistema nervoso quanto para uma carga de energia, há um padrão de respiração que ajudará, e geralmente apenas alguns ciclos já fazem efeito. A longo prazo, a prática pode melhorar todo tipo de coisa, incluindo ansiedade, stress, depressão, insônia, aumentar o foco e a autoconsciência.

3 Permite experimentar a atenção de uma maneira diferente. Pranayama oferece alguns insights que você pode perder se fizer só asanas. As Tony Briggs escreveu: “Quietude, estabilidade e sutileza são muito mais fáceis de vislumbrar e compreender em pranayama do que nos asanas. Os movimentos dos asanas, embora benéficos de muitas maneiras, também são uma distração. Quando você sentar ou deita em pranayama, o movimento físico óbvio do corpo não existe mais, e você pode se concentrar em mais qualidades internas.”

4 Pode ser uma posição em para a meditação. Pranayama oferece momentos semelhantes de presença e foco como meditação, tornando-o um substituto digno para aqueles momentos em que você simplesmente não pode acalmar a sua mente de macaco. E, muitas vezes, o foco envolvido com a manipulação da respiração pode ser apenas o que é preciso para deslizar sem esforço para um estado meditativo. Fazer a prática da expiração longa geralmente coloca a mente no quadro certo para a meditação.

5 É uma boa pausa de asana. Asana é ótimo. Tem muitos benefícios tudo por si só. Mas é possível exagerar com uma coisa boa. Naqueles dias em que o corpo precisa de uma pausa da prática de Yoga ativa normal, uma sessão de pranayama pode ser apenas o que o médico receitou para ajudar a encontrar mais paz e equilíbrio.

Pratique Yoga conosco no Espaço Kaizen. Entre em contato:

Visite nosso site Espaço Kaizen

Fonte: Yoga Journal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.