Yoga na gravidez é tudo de bom!

Além de benefícios físicos, mulheres destacam a prazerosa convivência com outras gestantes e a serenidade conquistada para um parto mais tranquilo

mulheres gravidas prativando yoga
Foto: Nosso Bem Estar

Quando Renata Gusmão ficou grávida, há 4 anos, logo foi atrás de atividades que lhe ajudassem a lidar com as mudanças trazidas pela gravidez. “O Yoga chegou na minha vida neste período, durante todo um processo de autoconhecimento, numa busca de maior conexão com meu corpo, mente e o bebê que estava ali comigo”, conta. Para ela, a prática trouxe mais conforto físico e emocional. “Foi muito importante para me sentir e ajudar a me movimentar com a barriga. Também me auxiliou bastante na relação com o momento do parto”, lembra.

A exemplo de Renata, cada vez mais mulheres tem procurado o Yoga nesta fase. Além do preparo físico, a prática traz inúmeros benefícios psicológicos, emocionais, mentais e espirituais. A instrutora Janaína de Paula Farias explica que o foco está na gestação saudável. “Em qualquer etapa da vida o Yoga é maravilhoso, mas durante a gestação é especial. A mulher passa por muitas transformações e o Yoga auxilia na tomada de consciência deste momento”, pontua Janaína – que também é doula e bióloga.

Leia também:
Yoga: o significado do símbolo OM
Namastê, a palavra mágica do Yoga

Para praticar Yoga neste período, é necessário que a gestante tenha o aval do médico que acompanha a sua gravidez. Também é recomendado observar alguns critérios na escolha da instrutora. “É importante procurar uma instrutora competente, com capacitação para dar aulas de Yoga para este público, que faça uma anamnese com a gestante, que conheça a fisiologia da gravidez e do parto e que saiba direcionar os exercícios adequados a cada período gestacional”, ressalta a instrutora Shana Gomes.

Respira e relaxa

De acordo com Janaína, os exercícios de respiração e dinamização da energia vital (pranayamas) estão entre os trunfos que mais fazem sucesso entre as gestantes. “No yoga durante a gravidez, damos muito enfoque aos exercícios de respiração, principalmente para a respiração média, na altura das costelas. Conforme a barriga vai crescendo, diminui o espaço para que o diafragma suba e desça e aí a consciência da respiração nas costelas ganha ainda mais relevância. Isso sem falar nos benefícios que a respiração traz para a aquietação mental”, destaca.

Grávida do segundo filho, a publicitária Gabriela Tachini está sentindo estes resultados na pele. “Eu nunca havia praticado yoga. É muito bom incorporar à rotina esse momento de pausa, de cuidado e reconhecimento do próprio corpo. No geral, tenho tentado fazer pausas ao longo do dia para relaxar e cuidar da minha respiração, que era algo com o que eu não me preocupava antes. E isso ajuda bastante a controlar a ansiedade e manter a tranquilidade”, conta.

Yogini de primeira viagem, Gabriela sempre teve curiosidade em relação ao yoga e está surpresa com os resultados. “Eu não imaginava que o yoga para gestantes, além de alongar o corpo e melhorar o equilíbrio, fosse trabalhar também a parte muscular. E também tinha a ideia de que a gestante ficava um pouco menos flexível, mas a verdade é que é possível fazer todas posições tranquilamente”.

A força do coletivo

A prática de Yoga durante a gravidez pode ser feita individualmente, mas é a convivência com outras gestantes que mais encanta as mulheres neste período. Na opinião de Renata, o grupo foi fundamental. “Para mim foi essencial, pois eu buscava justamente este contato com a energia feminina e com outras grávidas. Antes de começar a aula a gente tomava um chazinho e já ia conversando sobre como cada uma estava se sentindo e muitas vezes a gente saía juntas para tomar um suco e bater um papo”, afirma.

Na avaliação de Janaína, este “papo fralda” auxilia e encoraja as mulheres. “Em alguns casos a prática individual é importante. Mas, sem dúvida, a prática em grupo traz esta riqueza do convívio com pessoas que estão vivendo o mesmo processo que você. É um espaço de trocas e acolhimento, sem julgamentos e críticas”, destaca. A experiência de Renata comprova este ponto de vista: “O aspecto mais valioso que o yoga trouxe para mim foi este empoderamento feminino para que pudesse ter um parto mais autoral”.

Benefícios

– Alivia dores nas costas e articulações;
– Auxilia na respiração
– Combate inchaços nas pernas;
– Fortalece a musculatura pélvica;
– Facilita a recuperação pós-parto;
– Ajuda a compreender e aceitar as transformações do organismo durante a gestação;
– Favorece a comunicação entre a mãe e o bebê;
– Prepara para um parto mais tranquilo.

Pratique Yoga conosco no Espaço Kaizen. Entre em contato:

Fonte: Nosso Bem Estar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.