Yoga: entenda mais sobre os Asanas

Por Marcia Heder*

Os asanas são uma das principais ferramentas do Yoga e seus benefícios vão do nível físico ao espiritual.

Espaço Kaizen - Aula da prof Marcia Heder. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução.
Aula de Hatha Yoga com a prof. Marcia Heder. Foto: Espaço Kaizen

O que é o Asana?

Asana (lê-se ássana) é uma palavra de origem sânscrita e quer dizer “postura”. Postura sugere uma posição de corpo de forma mais estática, sem movimento.

Segundo a definição do sábio Patanjali ” o asana deve ser estável e confortável”. Isso caracteriza e diferencia o asana do exercício físico, e conduz ao propósito do Yoga que é a estabilização e pacificação da mente.

A estabilidade física adquirida na realização do asana é a observação do equilíbrio entre esforço e relaxamento, que é desenvolvida com a prática constante, regular e determinada. Na realidade, a partir do aspecto físico, as diferentes posturas afetam as mensagens químicas enviadas pelo cérebro, aprimorando e estabilizando o estado mental(mais sutil) do praticante.

Leia também:

Yoga como caminho para a Meditação
Hatha Yoga equilibra o sistema nervoso e o respiratório
– Yoga: A importância do alinhamento na prática de Asanas

O Yoga tem uma capacidade ímpar de acalmar o cérebro e os nervos, que são os veículos entre o corpo fisiológico e o psicológico, e de revigorar e tranquilizar a mente, relaxando depois todo o corpo.

Os asanas abrangem todas as posições básicas da nossa coluna e da condição de ser humano: em pé, sentado, flexões, retroflexões (extensão), torções, posição de inversão e deitado. Os asanas estimulam e ativam todos os órgãos, tecidos e células do corpo. A mente fica alerta e forte, e o corpo sadio e ativo!

Os benefícios dos asanas

Posturas sentadas: dão elasticidade aos quadris, joelhos, tornozelos e músculos das virilhas. removem a tensão do diafragma, tornando a respiração mais suave e fácil, mantém a coluna estável, apaziguam a mente, alongam o músculo do coração e melhoram a circulação sanguínea.

Posturas em pé: fortalecem os músculos e as articulações das pernas e aumentam o tônus da coluna. Com os movimentos de rotação e flexão, mantém os músculos vertebrais e as articulações intervertebrais alinhadas e com mobilidade. Alinham e alongam as artérias das pernas aumentando o fornecimento de sangue para os membros inferiores prevenindo a trombose dos músculos das panturrilhas. Com a elevação dos menbros superiores nas posturas, esses asanas também tonificam o sistema cardiovascular – a parede lateral do coração é totalmente alongada, aumentando o suprimento de sangue arterial.

Posturas de flexão: Fortalecem os músculos das costas, as articulações intervertebrais e os ligamentos. Promovem uma massagem profunda nos órgãos abdominais. o sistema nervoso simpático descansa, diminui o ritmo dos batimentos cardíacos e a pressão sanguínea. as glândulas supra renais acalmam e funcionam melhor. Como o tronco está na horizontal em flexão frontal, o coração é aliviado de bombear sangue contra a gravidade e o sangue circula facilmente por todo o corpo.

Torções: os órgãos pélvicos e abdominais são espremidos e inundados de sangue. Tonifica o músculo diafragma, traz flexibilidade aos músculos acessórios da respiração. Amenizam-se os distúrbios da coluna, dos quadris e das virilhas. A coluna fica mais forte e isso ativa a circulação do sanguínea nos nervos da espinha, aumentando o nível de energia.

Inversões: Em contraste com os asanas de torção, os asanas invertidos, por inverterem a ação da gravidade sobre o corpo, tem o efeito de diminuir a circulação nos órgãos pélvicos e abdominais favorecendo e melhorando a circulação sanguínea nos órgãos vitais como o cérebro, pulmões e coração. A saúde do corpo e da mente melhoram muito com esses asanas.

Retroflexões ou extensões: todas as extensões estimulam o sistema nervoso central, melhoram a capacidade de tolerar o estresse e ajudam a aliviar a tensão e exaustão nervosa. ersse asanas estimulam e energizam o corpo e são imprescindíveis para quem sofre de depressão

Posturas deitadas: São posturas de repouso; acalmam o corpo e descansam a mente. Embora sejam feitos no final da prática de Yoga, esses asanas podem ser incluídos no início, pois relaxam e fortalecem as articulações, dando energia necessária para os asanas mais exigentes. Savasana ajuda a recuperar o folêgo e a resfriar o corpo e a mente. Os asanas deitados preparam para os pranayamas.

Aproveite e boa prática!

*Marcia Heder é formada em Yoga da linha do Sivananda – Yoga Teacher Training com Yogui Hari, em 1998.  É terapeuta em shiatsu, yoga massagem ayurvédica e watsu. Além disso, é formada em Comunicação social com hab. em  Relações Públlicas. Estudou com a Profa Maria Laura Packer de Joinville.

Venha praticar Yoga no Espaço Kaizen. Entre em contato conosco:

Márcia é professora de Hatha Yoga no Espaço Kaizen. Faça uma aula experimental, agende pelo telefone (11) 5523-0640 ou acompareça à nossa sede na Rua Conde de Itu, 964.

Anúncios

Um comentário em “Yoga: entenda mais sobre os Asanas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.