Yoga: como escolher o tapete ideal?

 

Mulher segurando tapete de yoga - mat
Foto: Corbis

Você já reparou que quando as pessoas praticam Yoga elas geralmente usam um tapete como apoio, para realizar as posturas? E ele não está ali por mera coincidência ou estética. Também conhecido como “mat”, esse acessório é um dos itens mais importantes para a prática, afinal, é nele que todo o exercício é feito.

Além disso, à medida que o praticante vai mudando de posturas, o tapete se encarrega de diminuir ao máximo o impacto do corpo com o chão, prevenindo dores ou até mesmo lesões mais graves. Por esses motivos, é muito importante estar atento a algumas recomendações na hora de comprar um mat.

Leia também:
Yoga traz benefícios para o humor e na gravidez
Hatha Yoga equilibra o sistema nervoso e o respiratório

Segundo o professor de Yoga Rajiv Lochan, as dimensões da peça são muito importantes e devem estar de acordo com a altura da pessoa que vai usá-la. “Você deve ser capaz de deitar com o corpo inteiro no mat sem ficar com pés ou cabeça para fora. As espessuras dos tapetes geralmente variam entre 3mm, 5mm e 8mm. O mat de 3mm ganha na leveza, porém pode ser desconfortável para alguns, por não ser tão macio. O tapete de 8mm é confortável, porém mais pesado. Já o de 5mm costuma ser uma boa pedida”, explica Rajiv.

Já Rafaella Coelho, também professora de Yoga, aponta a importância do lugar em que a técnica será praticada. “Para escolher o mat, primeiro verifico se o aluno fará aulas em casa ou levará seu tapete para outros lugares. Se for para praticar apenas em casa, quanto maior melhor, como os mats de 2mx1m. Mas quem precisa carregar o tapete deve apostar em um modelo portátil, que é mais útil e compacto”, ressalta Rafaella. Ainda de acordo com a especialista, tapetes muito espessos não são recomendados, já que eles podem comprometer o equilíbrio do aluno que estiver usando a peça.

Outro detalhe que deve ser levado em conta na hora da compra é a aderência e a durabilidade do material, que estão ligadas à qualidade do plástico. Para Rajiv, tapetes que escorregam ou cujo material solta “flocos” com o tempo devem ser evitados. “Procure marcas de qualidade e da sua confiança, afinal você passará um bom tempo sobre ele”, aconselha o professor.

Escolher a roupa ideal também é importante

Mas não é só a escolha de um bom mat que pode ajudar o praticante de Yoga a conseguir os melhores resultados. As roupas também ganham papel de destaque, já que são essenciais para que os movimentos que a técnica exige sejam feitos com perfeição. Para Rajiv, as roupas devem ser confortáveis, para não restringir o movimento dos praticantes.

“O vestuário pode ser composto de malhas de ginástica, roupas de ficar em casa ou qualquer peça que faça você se sentir confortável. Roupas muito largas podem cair sobre a face da pessoa durante as posturas invertidas. Já as peças excessivamente estampadas ou chamativas podem comprometer sua atenção ou a dos demais praticantes, no caso de aulas em grupo. Para praticar Yoga, simplicidade e conforto bastam”, afirma o professor.

A professora de Yoga Rosine Mello elege a malha, a elanca e a lycra como os melhores materiais para roupas de Yoga. “Esses tecidos facilitam a hora do exercício. Use, de preferência, short curto e camiseta justa”, lembra Rosine.

Acessórios garantem mais conforto nas posturas

Dependendo do nível de exigência de uma posição, acessórios como almofadas, blocos e cintos também são bem vindos durante a prática de Yoga. “Os acessórios garantem o alinhamento e o conforto do aluno nas posturas, de acordo com suas necessidades. Cada corpo é único e deve ser respeitado. Os acessórios ajudarão nisso, reforçando os movimentos e canalizando os esforços do praticante. Oriento meus alunos a terem cinto, cobertor espesso, manta e pelo menos dois blocos”, ensina Rajiv.

Já a professora Rosine acredita que o uso dos acessórios é temporário e serve para preparar o aluno para níveis mais exigentes da prática. “Os acessórios ajudam nos ajustes dos asanas, mas a intenção é deixar de utilizá-los com o tempo, conforme a pessoa pegar mais prática no Yoga”.

Além disso, ouvir música durante a prática de Yoga pode trazer tranquilidade e concentração para os iniciantes. Por outro lado, o professor Rajiv acredita que os alunos que já adquiriram um pouco mais de experiência com a técnica devem apostar em um ambiente silencioso.

“Com o tempo, é ideal que o aluno comece a praticar Yoga em silêncio, a fim de desenvolver sua concentração interna e a atenção às sutilezas, como o som da respiração e seu alinhamento postural”, afirma Rajiv. Além disso, o especialista sugere a leitura de conteúdos sobre técnicas e ensinamentos voltados para Yoga, que podem servir como fontes valiosas para enriquecer a experiência de quem pratica a técnica.

Por último, vale lembrar que a prática do Yoga é simples em sua essência, bastando vontade e sinceridade. Então, aproveite para pisar agora no seu tapete e boa prática!

Fonte: Personare

Anúncios

2 comentários em “Yoga: como escolher o tapete ideal?

  1. Adorei o post, estava buscando um mat para comprar e não tinha noção de como escolher um. Valeu a pena a leitura!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.