Rugas: Conheça o que favorece o aparecimento

moça aplicando creme no rosto de frente para o espelho
Foto: Corbis

Não adianta fugir! O tempo passa, e as rugas vão chegar. No entanto, o envelhecimento da pele não ocorre da mesma maneira para todos, já que pessoas nascidas no mesmo ano podem aparentar idades completamente distintas. Qual será, então, o segredo de quem parece “mais conservado”?

Além das questões genéticas, há uma série de hábitos determinantes para a conservação da saúde da epiderme. “Tudo o que produz radicais livres leva ao envelhecimento precoce, pois eles destroem as células da pele“, explica a dermatologista Angélica Pimenta.O sol provoca o fotoenvelhecimento; por isso, é indispensável usar filtro solar diariamente.

Portanto, o combate às tão indesejadas marquinhas também depende de você! Veja a seguir a lista dos 10 principais inimigos do rosto lisinho.

Leia também:
Alimentação X saúde e estética
– Dicas para manter a pele saudável e viçosa todos os dias
Como combater os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento

1. Ficar exposta ao sol por muito tempo sem proteção

Corpo bronzeado já foi sinônimo de beleza. Hoje, sabe-se que a exposição aos raios solares sem proteção – mesmo que seja durante aquela curta caminhada que você faz no horário do almoço – pode ser uma grande vilã para a saúde.

Ao longo dos anos, o sol provoca queimaduras cumulativas, chamadas fotoenvelhecimento. O resultado é a perda de elasticidade da epiderme e o aparecimento de manchas.

Para evitar esses inconvenientes, não há mistério: é preciso usar filtro solar todos os dias! Porém, se você costuma se esquecer de passá-lo, os fotoprotetores orais são uma boa opção. “Mas eles devem ser prescritos por um dermatologista”, alerta Angélica Pimenta.

2. Dispensar os óculos escuros

A pele ao redor dos olhos é extremamente fina e, para complicar, essa é uma região em que não se pode passar filtro solar. Então, capriche nos óculos escuros!

É preciso ter consciência da importância do acessório, inclusive, em ambientes claros, mas sem sol. Isso porque, sempre que você aperta os olhos para enxergar algo, cria um vinco que se transformará em um pé de galinha no futuro.

3. Comer mal

“De um modo geral, uma alimentação desequilibrada prejudica o corpo. Mas açúcar, fritura e gordura animal são os alimentos mais perigosos ao metabolismo, pois liberam os radicais livres“, diz Angélica. Além desses inimigos, devem ser evitados o fosfato, abundante em congelados, e o nitrato, presente em salame, mortadela e presunto.

Entretanto, tudo o que possui antioxidante ajuda na conservação de um rostinho de bebê. Nesse grupo, incluem-se cenoura, beterraba, frutas cítricas, linhaça e chá verde.

4. Beber pouca água

Uma pele desidratada, mesmo que momentaneamente, perde a flexibilidade, o brilho e a maciez.

Angélica aponta mais um problema para quem não bebe ao menos dois litros de água por dia: “O organismo acaba não expelindo os detritos e o intestino fica ressecado, o que desestabiliza todo o corpo”.

A combinação de substâncias presentes no cigarro leva à diminuição da produção de colágeno, o que prejudica as fibras de sustentação da pele.

5. Fumar

Está escrito em qualquer maço de cigarros: “Este produto contém mais de 4.700 substâncias tóxicas”.

Um dos malefícios dessa combinação mortal é a diminuição da produção de colágeno, o que prejudica as fibras de sustentação da epiderme. Além disso, por causa da repetição de movimentos faciais, o tabaco agrava rugas na área da boca e dos olhos.

“Fumantes passivos também estão expostos aos riscos, mas, claro, em uma proporção menor”, avisa a dermatologista.

6. Exagerar na bebida alcoólica

Tomar uma caipirinha no happy hour não tem nada de inofensivo. A verdade é que o consumo contínuo de bebidas alcoólicas dilata os vasos sanguíneos e, entre os efeitos dessa ação para as células da pele, incluem-se o envelhecimento precoce, o aumento da oleosidade e, a longo prazo, a alteração de cor para um tom mais avermelhado.

A solução é evitar ao máximo uma bebidinha, mas quando não tiver jeito, opte por uma que tenha baixo teor alcoólico.

7. Esquecer de tirar a maquiagem

Angélica não acredita que o uso de make pode prejudicar a saúde da face, desde que você siga alguns cuidados. “Use sempre maquiagem de boa qualidade e não se esqueça de retirá-la antes de dormir”, aconselha.

8. Dormir mal

Você dorme pouco durante os dias de trabalho e costuma compensar no fim de semana? Evite fazer isso.

Uma só noite sem sono enfraquece a irrigação na pele, causando um aspecto pálido e cansado. Portanto, o acúmulo de períodos insones fará com que o seu corpo diminua a produção de antioxidantes naturais.

9. Dormir de um lado só

Parece mito, mas não é. Se você dorme com o rosto afundado no travesseiro, está menos propensa à tez juvenil. “Tudo o que marca a pele, com o tempo, vai formar uma ruga”, diz Angélica.

Por isso, a melhor técnica é a do rodízio: treine-se para dormir cada dia de um lado.

10. Esquentar a cabeça

A expressão “rugas de preocupação” não surgiu à toa. Pessoas estressadas envelhecem antes e de uma maneira pior do que as que levam a vida de maneira tranquila.

“O estresse modifica o ciclo do cortisol e altera a quantidade de hormônios”, explica a médica.

Fonte: Portal Vital

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.